A importância do projeto estrutural para a engenharia e o que há de mais moderno nisso

A importância do projeto estrutural para a engenharia e o que há de mais moderno nisso

A elaboração de um projeto estrutural é uma das fases mais importantes de uma obra e é conhecido também como “cálculo estrutural”. Independentemente do porte da construção, atentar-se para a sustentação da edificação é fundamental. Afinal, isso está diretamente ligado a fatores de extrema relevância, como a segurança dos usuários e a redução de custos da obra.

Muitos profissionais da área de engenharia ainda têm dúvidas sobre o assunto e muitas pessoas que desejam construir dispensam essa etapa, que deve ser realizada por um profissional habilitado, por não compreender o quanto ela é essencial para a segurança e qualidade de uma edificação.

Pensando nisso, fizemos este post para que você entenda a importância do projeto estrutural, quais as principais etapas, o que deve compô-lo, como elaborá-lo e quais as melhores ferramentas disponíveis no mercado. Acompanhe!

O que é um projeto estrutural?

O projeto estrutural é o dimensionamento e detalhamento da estrutura necessária para sustentar a edificação, composta por vigas, pilares, lajes e fundação. Por meio de critérios e cálculos específicos, e de acordo com as normas vigentes, o engenheiro define qual o tipo de estrutura mais adequado para o projeto, as dimensões e especificações de cada elemento.

O detalhamento inclui a quantidade de elementos, seu posicionamento, espessura, dimensões, espaçamento, bitolas das ferragens, planta de formas, tipo de fundação e diversos outros fatores essenciais para a execução correta da estrutura.

Quais as principais etapas?

Para elaborar um projeto estrutural, diversas etapas devem ser realizadas. A seguir, listamos as principais.

Providenciar o projeto arquitetônico

Ter em mãos o projeto arquitetônico é a primeira etapa para iniciar o cálculo estrutural. A partir disso, é preciso estabelecer uma boa comunicação entre o arquiteto e o engenheiro, a fim de compatibilizar as idealizações referentes a arquitetura com as melhores soluções estruturais.

Conhecer o local da construção

É fundamental conhecer o local em que será feita a obra, analisar o tipo de solo, a topografia, o clima, a acessibilidade para maquinários, a facilidade de adquirir materiais, entre outros fatores fundamentais para a concepção do projeto.

Essa etapa inclui a realização de sondagem do terreno e também o levantamento topográfico, que são fundamentais para a concepção do projeto estrutural e podem trazer uma grande economia aos proprietários.

Definir o sistema estrutural

Considerando os dados levantados nas etapas anteriores, é possível definir qual o melhor sistema estrutural para a construção. De acordo com as determinações do arquiteto e com todas as outras particularidades da obra, o engenheiro poderá optar por um sistema estrutural de concreto armado, alvenaria, metálico, entre outros.

Calcular e detalhar as dimensões das estruturas

Após definir o sistema estrutural, é hora de desenvolver o projeto estrutural, dimensionar e detalhar todos os elementos. O detalhamento deve ser de fácil entendimento, apresentado de forma clara para evitar erros na execução da obra.

O que deve compor um projeto estrutural?

Como visto, para elaborar um projeto estrutural é necessário uma visita técnica, o relatório de sondagem, o levantamento topográfico, o cálculo estrutural, o detalhamento e especificações dos elementos estruturais — vigas, pilares, lajes e a fundação.

O projeto deve apresentar todas as informações necessárias de forma clara e objetiva para todos os profissionais envolvidos na execução de uma construção, como carpinteiros, que executam as formas; armadores, que fazem o lançamento das ferragens; concreteiras ou pedreiros, que lançam o concreto; serralheiros, que fazem estruturas metálicas, etc.

Por isso, ele deve ser composto por planta de formas, de locação, detalhamento das ferragens, inclusive, a relação de quantitativos e bitolas, a resistência do concreto, as dimensões e espessuras dos elementos, entre outros elementos a depender da particularidade de cada obra.

Qual o passo a passo para elaborar?

Para elaborar um projeto estrutural, o profissional de engenharia precisa primeiramente realizar a fase de concepção, que inclui a escolha da solução estrutural, posicionamento e pré-dimensionamento dos elementos. Feito isso, é hora de fazer o levantamento das ações, considerando todas as cargas presentes na edificação e suas combinações.

O próximo passo é a análise estrutural, que processa essas combinações, obtém os esforços e os deslocamentos. Com isso, é possível dimensionar e detalhar todas as peças, de acordo com as normas vigentes e as necessidades da construção. O último passo é emitir as pranchas com o projeto completo e apresentar para o cliente.

Quais as ferramentas mais modernas aplicadas?

A tecnologia possibilitou a criação de diversas ferramentas que facilitam muito o dia a dia de trabalho do engenheiro, que tornam o projeto mais qualificado e preciso, além de otimizar o tempo e reduzir os custos. Listamos algumas opções de softwares a seguir, confira!

TQS

Desenvolvido por brasileiros, o TQS é um software voltado para o cálculo estrutural de concreto armado, concreto protendido, estruturas pré-moldadas e alvenaria estrutural.

O engenheiro pode definir a posição e a dimensão dos elementos, e também as ações que atuam na edificação. Com isso, o programa gera o modelo matemático que simula o comportamento de toda a estrutura, facilitando a análise e a interpretação do profissional.

Eberick

Este é um dos softwares mais tradicionais da engenharia, projeta estruturas de concreto armado, alvenaria estrutural e estruturas mistas. É uma ferramenta rápida e fácil de utilizar, além de ter um detalhamento diferencial e visualização da estrutura em 3D.

Cype/Metálicas 3D

Um software mais abrangente no quesito metodologia construtiva, esse software é para cálculo estrutural, incluindo elementos estruturais metálicos, de alumínio e de madeira. Permite importar desenhos feitos em qualquer software CAD e tem uma entrada de dados gráfico simples e prática, que facilita muito o trabalho dos engenheiros.

Como visto, elaborar um projeto estrutural é fundamental para qualquer tipo e porte de obra, e traz inúmeras vantagens. Além de garantir a segurança e a qualidade da edificação, evitar erros de instalação, promover melhor ajuste e dimensionamento das estruturas, evitando o superdimensionamento que acarreta em gastos desnecessários e também o subdimensionamento que pode colocar em risco a edificação e seus usuários.

E aí, gostou do nosso conteúdo? Quer ter acesso a mais assuntos relevantes como este? Então assina agora a nossa newsletter e receba tudo em primeira mão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *