Quanto um engenheiro pode cobrar por um projeto hidráulico? Veja

Quanto um engenheiro pode cobrar por um projeto hidráulico? Veja

Uma das principais dúvidas, tanto de profissionais que estão ingressando no mercado de trabalho como de quem deseja reformar ou construir, é quanto se pode cobrar por um projeto hidráulico. Trata-se de uma etapa muito importante de uma obra e, se não for bem projetada, pode causar muitos problemas aos usuários.

Por isso, os profissionais de engenharia devem ser devidamente valorizados pelos serviços prestados tanto no acompanhamento da execução como na elaboração do projeto, que é tão fundamental para uma edificação de qualidade, eficiente e sustentável.

Pensando nisso, elaboramos este post para você entender melhor o que define e como é feito um orçamento de projeto hidráulico. Boa leitura!

O que define o preço do projeto hidráulico?

Diversos fatores influenciam o preço do projeto hidráulico, pois cada edificação é única e tem as suas particularidades. A seguir, listamos os principais. Acompanhe!

Engenheiro

O profissional que elabora o projeto influencia, e muito, o preço do projeto hidráulico. Engenheiros especializados podem cobrar mais por hora trabalhada — por terem excelência nos seus trabalhos e conhecerem melhor a área — ou menos, por realizarem a tarefa em menos tempo. Cada profissional calcula a sua hora trabalhada de uma forma de acordo com a sua experiência e formação.

Para isso, é preciso estimar as horas que gastará para fazer o projeto. Isso inclui o tempo de criação, as visitas ao local, as reuniões e as visitas aos órgãos competentes que emitem documentação, como prefeitura e cartórios. Todo o tempo dedicado ao projeto deve ser considerado, desde a concepção até a sua entrega final.

Tamanho da obra

O tamanho da obra também influencia o preço cobrado pelo projeto hidráulico. Quanto maior a edificação, maior o projeto e mais horas de trabalho do engenheiro serão necessárias.

Em contrapartida, em se tratando de edifícios com apartamentos padronizados, é possível conseguir um desconto maior do que em uma casa, por exemplo. A verdade é que o valor do projeto é diretamente proporcional ao tamanho da obra, ou seja, quanto maior a área construída, mais caro.

Preço dos materiais necessários

O valor dos materiais necessários para a execução do projeto também influencia o preço do projeto hidráulico. Isso acontece porque quanto mais caros os materiais e acabamentos, maior a responsabilidade do engenheiro encarregado do projeto, já que qualquer erro pode causar prejuízos com os quais ele terá que arcar.

Esse fator também é muito considerável na execução da obra em si e depende muito de quanto o cliente está disposto a investir. Áreas molhadas costumam ser os cômodos mais caros de uma edificação e, por isso, as que mais valorizam a construção.

Quanto o engenheiro pode cobrar por um projeto hidráulico?

Não existe uma determinação para cobrar por um projeto hidráulico, cada profissional calcula o preço da sua hora trabalhada de uma forma. Por isso, não há um valor preestabelecido e padrão. Diversos fatores influenciam esse orçamento, além dos já citados, como a região em que o projeto será executado, o valor praticado pelo mercado local, o porte e a complexidade da obra.

O projeto pode ser cobrado de diversas formas, como por metro quadrado, pelo custo total da obra ou por hora trabalhada do engenheiro. Quando é cobrado por metro quadrado, o valor pode ser muito diferente de região para região, mas, no geral, varia em torno de 10 a 15 reais por metro quadrado. Casas pequenas costumam ter um valor fixo por não terem uma área construída considerável.

Quando é cobrado de acordo com o valor da obra, o projeto hidráulico costuma ser precificado em torno de 0,3% dessa quantia, podendo variar conforme a complexidade de cada projeto.

Como fazer o orçamento do projeto hidráulico?

Antes de fazer um orçamento, é preciso analisar diversos aspectos da edificação para que ele seja justo e não prejudique nenhuma das partes envolvidas. A seguir, listamos alguns dos passos a serem seguidos. Confira!

Separe os cômodos em que o trabalho será realizado

O primeiro passo para elaborar um orçamento de projeto hidráulico é separar os cômodos em que o trabalho será realizado, ou seja, todas as áreas molhadas, que terão pontos de água.

Elaborar uma planilha pode ajudar muito nesse processo. Dentre os cômodos, podemos citar — cozinha, banheiros, lavabos, lavanderia, cobertura, piscina etc. Liste todos eles e analise quais outras áreas precisam de um ponto de água de acordo com as preferências do cliente, como garagem e sacadas, por exemplo.

Descubra a área de cada cômodo

Após listar todos os cômodos do projeto que necessitam de instalações hidráulicas, é hora de descobrir a área de cada um deles. Como explicamos, a área é fundamental para elaborar um orçamento realista e justo.

Para isso, existem diversos softwares que facilitam esse processo, aferindo áreas com exatidão, uma vez que nem sempre os cômodos estão dentro do esquadro e o cálculo direto pode não ser tão preciso.

Identifique as tarefas a serem realizadas

Depois de discriminar os cômodos com pontos de água e as suas respectivas áreas, é hora de identificar quais ações deverão ser realizadas em cada espaço. Ou seja, descreva quais desenhos gráficos serão necessários para detalhar cada ambiente.

Por exemplo, determine quais deles terão indicação em planta, isométrico de água fria e quente, elevação de água fria e quente, detalhamentos de reservatórios, instalações solares/placas, recirculação de água etc. Cada projeto é único, por isso, precisa ser bem analisado para ter um orçamento o mais próximo possível da realidade.

Como mostramos, diversos fatores influenciam o orçamento de um projeto hidráulico. É muito importante que o profissional considere o que interfere no preço desse serviço e siga os passos indicados para fazer um orçamento eficiente, realista e justo. Também é fundamental que o cliente entenda todo o estudo que envolve a elaboração de um projeto para conseguir reconhecer o valor do trabalho do engenheiro e a relevância da concepção de uma construção.

Gostou do nosso post? Quer ter acesso a mais artigos relevantes como este? Então, siga-nos agora nas redes sociais e fique por dentro! Estamos no Facebook e no LinkedIn.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *