Conheça as exigências do mercado de trabalho para engenharia este ano

Conheça as exigências do mercado de trabalho para engenharia este ano

Estar sempre atualizado e ter mais qualificações é essencial para se destacar entre tantos profissionais. Tudo está em constante transformação, e as mudanças precisam ser acompanhadas. Crescer profissionalmente exige um aperfeiçoamento para que se atenda às exigências do mercado de trabalho para engenharia.

Apresentar soluções práticas, utilizar ferramentas tecnológicas e usar conhecimentos técnicos mais modernos impactam de forma direta no dia a dia profissional, sobretudo no pós-pandemia. Uma das maiores questões na engenharia não é a falta de oportunidades, mas sim a baixa qualificação. Por isso, investir em desenvolver novas competências é essencial para enfrentar os novos desafios.

Diante desse contexto, é preciso se preparar para o mercado pós-pandêmico. Assim, confira algumas das exigências do mercado de trabalho para engenharia que você deve começar a elaborar.

Energias renováveis

A exploração de energia em fontes que não são renováveis já vem sendo discutida há muito tempo, principalmente na situação em que o mundo se encontra atualmente — com o aquecimento global avançando de forma rápida. Dessa forma, o investimento em energias renováveis se tornou um ramo promissor, sobretudo porque nosso país tem um grande potencial energético.

As políticas urbanas buscam cada vez mais soluções inteligentes e que causem menores impactos ambientais. No cenário pós-pandemia, a engenharia tem como um dos principais focos a exploração de fontes de energia que sejam mais limpas, harmonizando o avanço energético para utilizar fontes renováveis e construções sustentáveis.

Por meio da capacitação profissional, os engenheiros podem aproveitar essa preocupação com o meio ambiente para se especializar em energias renováveis. Trabalhar na área exige conhecimentos sobre o planejamento, análise e desenvolvimento de projetos energéticos que tenham uma fonte renovável, como a energia solar.

Impressão 3D

O tempo em que os engenheiros apenas criavam projetos seguindo as mesmas etapas já passou. Hoje, a tecnologia já trouxe uma grande variedade de transformações que facilitam a produção. Nesse sentido, para utilizá-las é necessário desenvolver algumas habilidades e investir em qualificação, como em aplicações de impressão 3D.

O mercado da construção civil se beneficia de diversas maneiras do uso da impressão 3D, uma vez que essa tecnologia é capaz de agilizar o processo de execução e montagem. Portanto, as impressões tridimensionais transformam os processos construtivos. A manufatura digital é uma área que está crescendo, e a busca por profissionais que dominam os conhecimentos sobre manipulação de peças em 3D também só tem aumentado.

Por meio da impressão 3D, as construtoras têm a possibilidade de reduzir custos e realizar diversas aplicações. Por isso, engenheiros que têm especialização na área têm maiores chances de conseguir projetos, pois assim os processos têm mais segurança e ainda reduzem desperdícios.

Sistemas informatizados

O uso de recursos tecnológicos oferece a possibilidade de trabalhar em construções nos mais diversos níveis, desde a fase de análises até a execução da obra. Por meio de desenhos, relatórios, diagramas e muitos outros mecanismos, os sistemas informatizados abrem portas para que a engenharia civil aproveite suas facilidades.

O aumento na eficiência de processos e otimização em cada etapa da obra são só alguns dos benefícios que são conferidos com a instalação de softwares. Dessa forma, os projetos podem atingir um novo patamar e apresentam um diferencial no mercado. O fluxo informacional dentro das empresas deve ser ágil e certeiro, já que qualquer erro pode representar falhas que podem comprometer uma série de processos.

Portanto, os sistemas informativos são fundamentais para melhorar o desempenho e melhorar a produtividade. Os softwares são criados para atender demandas específicas, e um conjunto deles colabora com as atividades na construção civil.

Intensificação da segurança

A Engenharia de Segurança também é um setor com alta demanda devido aos riscos presentes nos canteiros de obras. A integridade física dos trabalhadores na construção civil é um aspecto fundamental, e a aplicação de medidas que assegurem a proteção individual e coletiva devem estar sempre em primeiro lugar.

Além dos já conhecidos EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), a eliminação de riscos de acidentes no canteiro de obra também é uma prioridade. Afinal, não basta apenas proteger os trabalhadores em uma possível causalidade, é necessário prevenir tais eventos.

Uma das obrigações das construtoras é apresentar documentos que regulamentam a execução das obras e garantam a integridade de seus trabalhadores. Entre eles estão a Permissão de Trabalho e o Diálogo Diário de Segurança). Portanto, é de responsabilidade do engenheiro conseguir essa documentação e elaborar estratégias para a segurança na construção.

Como o ambiente está ligado a riscos e existem diversas possibilidades de acidentes, ter um profissional que saiba todos os cuidados que devem ser tomados é primordial. Por isso, o engenheiro que tem qualificação para esse tipo de serviço será muito requisitado no período de pós-pandemia.

Drones

O drone é um equipamento que tem muitas funções. Na construção civil, a aeronave pode servir como uma aliada nos projetos, pois dá mais agilidade e auxilia no acesso a locais de difícil acesso. Nesse sentido, o aparelho contribui para a otimização dos serviços, como fazer a análise e acompanhamento da obra em ângulos diversos, melhorar a segurança para os trabalhadores e até reduzir custos com a dispensa de equipamentos como guindastes e plataformas, por exemplo.

No entanto, a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) estabelece regras para o uso de drones. Uma delas é a exigência de uma habilitação especial para pilotar aeronaves com mais de 25 kg, além de outros requisitos. Por isso, o profissional que trabalha com esse tipo de equipamento precisa ser capacitado para exercer essa função.

Mesmo que pareça um equipamento simples, dentro do canteiro de obras também são necessários cuidados para utilizar drones. Entre as vantagens observadas estão o aumento na produtividade e redução no tempo de execução das tarefas, uma vez que é possível fazer atividades como inspeções, fotogrametria, captação de imagens térmicas e outros serviços.

Para aproveitar todas as oportunidades e atender as exigências do mercado de trabalho na engenharia, buscar cursos e capacitações é essencial. O IBEC conta com especializações e MBA que promovem técnicas e o uso de tecnologias no setor de engenharia. Assim, proporcionar mais alternativas para impulsionar a sua carreira.

Caso você queira saber mais sobre as qualificações disponíveis, entre em contato com a gente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *