Engenheiro civil pode assinar projeto arquitetônico? Descubra!

Engenheiro civil pode assinar projeto arquitetônico? Descubra!

Muito se fala sobre as diferenças existentes entre os cursos de Engenharia Civil e Arquitetura, bem como quais atribuições são de cada profissão. Há muitas dúvidas sobre o que cada profissional pode ou não fazer, como se o engenheiro civil pode assinar projeto arquitetônico.

Esse é um dos principais questionamentos que surgem, causam confusão sobre o limite que cada profissão pode ter sobre a outra e pode render grandes debates e até mesmo rivalidade. No entanto, não há motivo para isso, pois trata-se de duas profissões diferentes que estão diretamente relacionadas e que se complementam.

Pensando nisso, fizemos este post para que você entenda o que é, para que serve, quais as etapas e quais os cuidados a serem tomados na elaboração de um projeto arquitetônico, saiba se um engenheiro civil pode assinar projeto arquitetônico e se o arquiteto pode assinar projeto estrutural. Acompanhe!

Engenheiro Civil pode assinar projeto arquitetônico?

A resposta é sim, engenheiro civil também pode assinar projeto arquitetônico. As atribuições dessas profissões são constantemente confundidas, e essa dúvida foi colocada em pauta quando o Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU) determinou que o projeto arquitetônico seria exclusivo dos arquitetos.

No entanto, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia moveu uma ação na justiça para que os engenheiros também tivessem direito a essa atribuição, e ganhou a causa. Os engenheiros civis também estudam disciplinas ligadas à arquitetura ao longo de sua formação. Sendo assim, entende-se que o profissional está apto para elaborar esse tipo de projeto.

Arquiteto pode assinar projeto estrutural?

Essa é outra dúvida muito pertinente no setor da construção civil. A resposta é que teoricamente sim, o arquiteto pode assinar projeto estrutural. Apesar disso, na prática não é aconselhável. Isso porque o arquiteto tem disciplinas muito básicas sobre estruturas durante sua graduação, ao passo que o engenheiro civil tem um estudo mais aprofundado e específico.

Uma edificação mal dimensionada pode trazer grandes riscos para a segurança de seus usuários. Trata-se de um projeto de grande responsabilidade e que coloca à prova a vida das pessoas. Sendo assim, é viável buscar informação com o CREA e o CAU do seu estado se o arquiteto pode assinar esse tipo de projeto.

O que é e para que serve um projeto arquitetônico?

O projeto arquitetônico é a materialização de uma ideia sobre um determinado espaço, e pode ser elaborado por um engenheiro civil ou arquiteto, como visto anteriormente. Em termos gerais, ele é a forma que o profissional tem de passar para o papel as vontades do cliente que estão alinhadas com seu conhecimento técnico e com as exigências legais definidas, construindo algo funcional e agradável.

Com ele é possível estudar as melhores soluções, determinar as dimensões dos espaços, analisar a melhor maneira de atender as necessidades do cliente, prever e solucionar problemas que podem surgir ao longo do processo. Afinal, na imaginação é possível colocar tudo, no papel a realidade é bem diferente.

A elaboração do projeto arquitetônico permite esboçar um empreendimento dentro das limitações do terreno, respeitando os distanciamentos para aberturas como janelas e portas de acordo com a legislação vigente, dividir bem os espaços, avaliar as dimensões e entregar uma construção satisfatória e de qualidade.

Quais as etapas para elaboração desse tipo de projeto?

A elaboração do projeto arquitetônico pode ser dividida em basicamente quatro etapas. Acompanhe!

Estudo Preliminar

Essa é a primeira visão do projeto, em que são coletadas o máximo de informações possível para a concepção de um estudo preliminar eficiente. Nessa fase é preciso conhecer as vontades do cliente, entender as limitações do terreno, desenvolver desenhos técnicos, plantas humanizadas, simulações, perspectivas eletrônicas, analisar dimensões, áreas, distanciamentos etc.

Anteprojeto

Após a aprovação do estudo preliminar por parte dos contratantes, é hora de elaborar o anteprojeto. Nessa etapa o projeto é de fato colocado em prática, são determinadas informações técnicas que auxiliam na execução do empreendimento, como estrutura, parte elétrica, hidráulica, e demais sistemas que compõem a edificação. Tudo isso permite uma melhor compatibilização dos projetos.

Projeto legal

Nessa etapa, como o próprio nome diz, é feita a legalização dos projetos junto aos órgãos públicos de acordo com o plano diretor de cada município. Essa fase permite ter uma visão geral do empreendimento e das adequações necessárias de acordo com as exigências da legislação urbanística e edilícia, como recuos e afastamentos, área construída, alturas dos pavimentos, entre outras.

Projeto executivo

Ao finalizar a execução e aprovação de todas as etapas anteriores, o projeto executivo é criado. Essa etapa é a consolidação de todas as outras. Esse projeto é mais completo, composto não só pelas plantas, mas também por fachadas, cortes, especificações técnicas e demais detalhamentos necessários para a execução apropriada do empreendimento.

Quais os cuidados a serem tomados na sua elaboração?

Diversos fatores devem ser considerados na elaboração de um projeto arquitetônico. A seguir, listamos alguns dos cuidados a serem tomados pelo engenheiro civil. Acompanhe!

Insolação

É importante saber onde o sol nasce e se põe no terreno, para que os cômodos possam ser dispostos a favor da insolação, para que não fiquem totalmente isentos nem expostos ao calor excessivo.

Ventilação

A ventilação também é outro fator a ser observado, para que a edificação tenha ambientes mais frescos e arejados. Para isso, é necessário analisar a direção predominante dos ventos em cada horário, avaliar a existência de elementos que influenciam a passagem do vento, como barreiras e corredores.

Como visto, o engenheiro civil pode assinar projeto arquitetônico. Trata-se de um projeto essencial para uma construção de qualidade, confortável e que atenda às necessidades do cliente. Ele determina os parâmetros básicos para os demais projetos complementares, como estrutural e elétrico. Logo, o projeto arquitetônico tem influência sobre todas as etapas de construção.

Por isso, em todas as etapas de sua concepção, o engenheiro civil precisa atentar para diversos detalhes, alinhando o seu conhecimento técnico com as preferências do cliente. Assim, é possível realizar o sonho das pessoas e entregar um projeto arquitetônico de qualidade.

E aí, gostou do nosso conteúdo? Quer saber mais sobre essas profissões? Confira o nosso artigo sobre arquitetura e engenharia com direitos autorais: entender é essencial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *