6 dicas para aplicar estratégias de negociação no cotidiano

6 dicas para aplicar estratégias de negociação no cotidiano

6 dicas para aplicar estratégias de negociação no cotidiano

Negociar é uma prática recorrente no ambiente cotidiano e na vida profissional. Seja com o propósito de convencer as pessoas sobre um determinado fato ou, até mesmo, em momentos que pais e filhos discutem sobre uma determinada obrigação a ser seguida. Nessa perspectiva, há profissionais que possuem maior facilidade em maximizar estratégias de negociação, embora esta habilidade possa ser desenvolvida com qualquer pessoa.

Neste artigo, listamos 6 dicas importantíssimas para que você possa negociar com mais eficácia e, por consequência, alavancar a sua carreira, melhorando a sua vida financeira. Quer descobrir como implementar de maneira efetiva as estratégias de negociação na sua rotina? Confira agora!

1. Pondere a razão e a emoção

Essas duas características são bastante opostas, porém, esse antagonismo não quer dizer que elas devam ser utilizadas de maneira isolada. Em uma negociação esteja apto a ser racional/cauteloso e utilize a emoção, pois ela é um dos impulsionadores da compra, da procura por um serviço e de todo o processo que envolva negociações.

2. Seja paciente

Durante a negociação, divergências podem surgir, dificultando o alcance de uma efetivação entre ambas as partes. Nesse contexto, exercitar a paciência e a empatia podem ser alternativas eficientes para solucionar os entraves.

Nenhuma interação humana pode ser encarada como um ato técnico ou simplesmente mecânico, pois o surgimento de conflitos é algo inerente à vida em sociedade. Procure ouvir o que a outra pessoa tem a opinar e seja resiliente para solucionar os problemas concernentes ao processo de negociação

3. Conheça o perfil da pessoa com quem você vai negociar

Há vários tipos de indivíduos diferentes com os quais irá se relacionar, o que demonstra a necessidade da compreensão dos múltiplos interesses das pessoas presentes no seu networking — capacidade para estabelecer uma rede de contatos profissional.

Por isso, compreender o perfil e os anseios dos seus clientes é fundamental para construir uma relação de sucesso. Nestes casos, para uma boa prática de negociação ser vitoriosa, você deve respeitar as particularidades e apoiá-lo para conseguir uma coesão entre ambas as partes.

4. Seja criativo

É proposto por diversas teses de administração que a criatividade é uma característica imprescindível às empresas e aos gestores. Situações embaraçosas que possam ocorrer podem ser amenizadas apenas com a utilização de propostas criativas e flexíveis.

Conciliar as situações pode fazer com que sua negociação se torne mais prazerosa, divergindo dos cenários tensos e estressantes que ocorrem na grande maioria dos casos.

5. Desenvolva uma relação de confiança

O princípio básico para o alcance da confiança é demonstrar que você reconhece o valor no outro e respeita as suas opiniões acima de qualquer coisa. Com isso, é possível somar os interesses de ambas as partes para um objetivo comum, criando uma atmosfera favorável ao diálogo.

Além disso, é necessário que haja uma avaliação profunda dos objetivos e razões pelas quais aquela pessoa opta, ou não, por realizar alguma negociação com você, com o seu produto ou com o seu serviço. Por consequência, sua negociação terá mais chances de ser efetivada.

6. Faça cursos de estratégias de negócios

A educação é, sem dúvidas, uma das melhores ferramentas para se qualificar. Com isso, você poderá evoluir profissionalmente e aplicar as melhores estratégias para o sucesso na sua gestão pessoal ou corporativa.

Além disso, a vivência com outros profissionais no ambiente dos cursos de qualificação, a exemplo dos Master Business of Administration (MBA), possibilita o contato com outros gestores que procuram evoluir profissionalmente, fortalecendo o seu networking.

O uso de suas habilidades e a qualificação, são estratégias vencedoras para quem objetiva melhorar suas negociações cotidianas ou profissionais. Vender é a atividade-fim de muitas empresas e gestores. Nesse contexto, saber como usar o marketing para escalar suas vendas é um diferencial.

Agora que você já sabe os passos fundamentais a serem aplicados, conheça quais são as principais práticas que devem ser evitadas durante a sua estratégia de negociação.

Não se preparar

Negociar é a arte de conciliar ideias opostas a fim de se alcançar um resultado, ou seja, a tomada de decisão. Como é previsto, estar preparado para uma negociação é imprescindível para lidar com os diversos eventos que antecedem o acordo.

Porém, muitas pessoas não conseguem lidar com o estresse e a tensão presentes nessas negociações. Com isso, o fator psíquico pode prejudicar o fechamento de um contrato ou, até mesmo, inviabilizar a negociata.

Sendo assim, é fundamental que você procure analisar os possíveis entraves concernentes à sua negociação. Faça perguntas: Quais são as intenções do outro? Qual é o limite entre os benefícios e os malefícios desta contraproposta? Até que ponto podemos fazer concessões?

Utilizar táticas sujas

Ao negociar é importante que você não fale mentiras para ofertar o seu produto/serviço. As táticas sujas correspondem à utilização das falcatruas para o alcance de um objetivo. Dados falsos, informações controversas e perspectivas duvidosas compõem os tipos de atitudes que você não deve utilizar durante a sua negociação.

Seja pela ilusão criada ou pela imoralidade desse ato, é notável que um negociador íntegro deve divergir dessas práticas maléficas a ambas as partes.

Não considerar o tempo de aceitação do outro

É do conhecimento popular que, ao negociar, a aceitação deve ser rápida e praticamente instantânea. Mas toda oferta possui um tempo de maturação e de alcance do acordo. Por isso, esteja sempre preparado para aguardar que a outra parte analise as propostas debatidas e chegue a uma conclusão.

Não saber respeitar esse aspecto temporal pode fazer com que atitudes sejam tomadas precipitadamente e você terá insucesso nas suas negociações. A coesão entre oferta e procura é algo que necessita de uma análise que, muitas vezes, demora alguns dias.

Por fim, é notória a presença da negociação, mesmo que sublime no nosso cotidiano. Apreender conceitos e construir metodologias para uma estratégia de negócios é de suma importância para a construção de um bom profissional.

Agora que você já conhece dicas de estratégias de negociação e também práticas que as inviabilizam, compartilhe este artigo nas suas redes sociais para que seus amigos conheçam mais sobre esses princípios básicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *